7 de jul de 2009

Reproduzindo.


"Doze dias após a morte de Michael Jackson, o mundo acompanha, ainda sem acreditar por completo, o funeral do astro nesta terça-feira (7). Depois de muita especulação e boatos, foi divulgado o que de fato acontecerá no ginásio Staples Center, em Los Angeles, Estados Unidos.
Às 10 horas de Los Angeles, 14 horas de Brasília, milhares de fãs sorteados por um sistema eletrônico assistirão a reunião de artistas escolhidos a dedo, em um tributo emocionante de adeus a MJ. Entre os convidados, Stevie Wonder, Mariah Carey, Lionel Richie, Alicia Keys e Justin Timberlake..
O jogador de basquete Magic Johnson e a atriz Brooke Shields, que namorou Michael na década de 1980, também estão confirmados. A ex-mulher e mãe de dois dos filhos do "Rei do Pop", Debbie Rowe, não irá no local.
O show deve durar cerca de 1 hora e meia. O corpo do grande homenageado não estará no local, e não participará de cortejo fúnebre pela cidade. Há possibilidade de Jackson ser enterrado duas horas antes do funeral, em um cemitério na região de Hollywood. Apenas a família estaria presente no momento. Fãs, cientes desta informação, já aguardavam do lado de fora do cemitério, na esperança de conseguir dar o último adeus ao mito.
O Staples Center é o local ideal para o funeral de MJ. Foi lá que ele suou incansavelmente a camisa nos ensaios para sua próxima e última turnê. Com 50 shows na agenda para Londres, Michael foi filmado dois dias antes do dia 25 de junho. Dançando e cantando, ninguém apostaria que ele não estaria mais entre nós horas depois.
Aquela quinta-feira foi atípica. O dia começou com a morte de Farrah Fawcett. A eterna Pantera foi apagada (mas nunca esquecida) com a notícia de que MJ passou mal em casa e foi internado com parada cardíaca. Pronto, começou a loucura.
Em pouco tempo, sites do mundo todo davam destaque para o que parecia um boato, uma lenda urbana. MJ estava morrendo. Talvez morto. Ele se foi. Médicos foram investigados, remédios fortíssimos foram encontrados na casa do astro e cada vez mais as evidências apontavam que o vício em medicamentos foi o que fez Michael descansar.
Descansar sim, pois o que o astro passou na vida não foi fácil. Foi mal-falado por suas plásticas, pela mudança de cor da pele, acusações de pedofilia, caos financeiro. Não que as más fases tenham que ser esquecidas, mas a grandeza e o talento de Michael superam cada uma delas. "


E faço destas as minhas palavras.

Nenhum comentário: